Como estudar para concursos públicos?



Oi, pessoal! 


Essa é uma das perguntas que recebo constantemente pelo Instagram, juntamente com: por onde começar? (Se ainda não me segue é @patriciacpaulo).


A primeira resposta que me vem à mente não é muito agradável, mas deixando-a de lado podemos pensar em algumas coisas que podem ajudar a esclarecer como e por onde começar a estudar.


Inicialmente, sempre e reiteradamente enfatizo que não existem receitas prontas ou mágicas, mas se você chegou até aqui algumas dicas podem ajudar e quem sabe você que já está estudando pode aproveitar e implementar também.


Comece escolhendo a carreira desejada, seja OAB, Defensoria Pública, Tribunais, Magistratura, Ministério Público, carreiras policiais, etc. Com o edital escolhido ficará muito mais fácil selecionar as disciplinas que devem ser estudadas.


Direito Empresarial não é cobrado na grande maioria dos concursos para técnico ou analista e também para o MPSC, ou seja, se isso não cairá no seu concurso e se você não trabalha com isso não há muitos motivos para “perder tempo” estudando uma disciplina que não faz parte do edital.


Embora nem todas as pessoas que passam em concurso público estudaram lendo a lei seca, é certo que os concursos públicos cobram muito da lei seca, assim incluir essa leitura aumenta e potencializa os seus estudos e, certamente, acertos nas questões objetivas. 


Você pode realizar essa leitura pelo velho e conhecido Vade Mecum ou existem algumas apostilas que separam a lei seca por dia, como por exemplo a @legislacaodestacada.


Além disso, é possível estudar por doutrinas – eu particularmente não recomendo –, mas você tem que testar o que funciona para você. O mundo ideal talvez seria estudar por lei seca + doutrina, acontece que você já parou para analisar quantas páginas tem uma doutrina boa de Direito Constitucional? Na maioria das vezes a doutrina tem mais de um volume, sendo inviável a leitura dinâmica da matéria, mas, sem dúvidas, é legal ter uma doutrina por perto para pesquisar pontos específicos com os quais você tem dificuldade.


Há ainda a opção estudar por cursinhos específicos para aquele concurso que você deseja. Atualmente há uma grande oferta desse tipo de cursos. Há algumas vantagens, como por exemplo se você gosta e se adapta bem, pode assistir às videoaulas, contudo, elas demandam uma maior quantidade de horas disponíveis para o estudo.


Resoluções de questões é algo que deve fazer parte do seu cotidiano estudando para concurso público. É no momento da resolução das questões que você perceberá o que foi assimilado ou a forma como a banca cobra determinado conteúdo.


Independentemente da forma de estudo que você escolher, saiba que com qualquer uma delas ou a junção de algumas é possível passar em qualquer concurso público. Eu conheço pessoas que passaram estudando de diferentes formas, o que une as pessoas que passaram sem dúvidas não é o como, mas a maneira disciplinada e reiterada como estudaram.


Algumas dicas para os estudos para concurso público:


  1. Separe um tempo diário para isso, seja 1h ou 6h, tenha esse tempo na sua   agenda como um compromisso com você e com o seu futuro;

  2. Dedique-se, não se engane pensando que com alguns dias de estudo você alcançará o seu sonho, mas também inclua o estudo de forma leve e prazerosa na sua vida;

  3. Nem todos os dias serão perfeitos, somos seres humanos e não máquinas de estudo;

  4. Tenha paciência e amor consigo mesmo;

  5. Determinação, disciplina e constância são características que devem fazer parte de você nessa empreitada.


Até mais!


Ficou com alguma dúvida? Entre em contato pelo Instagram @patriciacpaulo ou e-mail: patriciacpaulo@yahoo.com.br


Leia mais Conteúdos da Colunista Patrícia: