Abrir escritório de advocacia sem experiência?





Sabe o que eu frequentemente penso quando escuto alguém querendo me dizer o que fazer ou o que deixar de fazer? Eu penso exatamente assim: "Quem é você e o que você fez para vir me dizer o que eu devo fazer?


Sugiro que você sempre sempre faça essa pergunta quando estiver prestes a aceitar o conselho de alguém! Não aceite críticas construtivas de quem nunca construiu nada.


Por este motivo eu quero iniciar te falando "quem sou" e "o que eu fiz até aqui".

Breve relato: Meu nome é Mariana Gonçalves, tenho 31 anos, me formei no ano de 2014 após estar atuando por 7 anos no mercado imobiliário como corretora de imóveis, não fui uma boa corretora de imóveis e por esse motivo eu acabei abrindo minha própria imobiliária e contratando bons corretores de imóveis para trabalhar lá, pude então me dedicar ao que eu realmente me considerava boa: negociação e elaboração de contratos de compra e venda. Assim que entrei na graduação eu tinha traçado um plano de concluir a graduação e trabalhar como advogada, abandonando assim a corretagem.


Meu plano se cumpriu e após concluir minha graduação com 26 anos de idade eu decidi que abriria meu próprio escritório de advocacia, em Itajaí/SC. Meu escritório tinha uma área única de atuação "IMÓVEIS". Eu fazia de tudo que fosse relacionado com imóveis e focada sempre em medidas extrajudiciais. Após alguns anos, em 2018, eu abri junto com meu atual sócio um escritório em Belo Horizonte/MG - Rezende & Gonçalves sociedade de advogados. Me sinto realizada com a minha advocacia, já tive bons resultados financeiros com a minha atuação jurídica, já assinei belíssimos contratos de honorários e já quebrei a cara com péssimas decisões de gestão do escritório e contratos de honorários mal pensados e que me geraram prejuízos no quesito "esforço x honorários".


Cada pessoa tem sua própria experiência eu jamais poderia dizer com propriedade como é sair da faculdade e iniciar a advocacia dentro de um escritório de advocacia já estabelecido, seja como advogado contratado ou como advogado associado, e sabe qual o motivo? Óbvio: Eu nunca fiz isso! Então não posso dizer como é!


Dito isso, me sinto pronta para te contar o que eu penso sobre: "Abrir escritório sem experiência, o que tu acha?" (pergunta acima feita por @estudaerealiza)


Vou te fazer algumas perguntas antes de te dar minha opinião, pense e reflita em cada uma delas. Tudo bem?


Quem serão os seus clientes?

Importantíssimo que você saiba quem são seus possíveis clientes, o que essas pessoas estão passando, quais as dores que sentem.


Saiba quem são que conseguirá dizer onde estão e qual o fator fundamental para a escolha na sua contratação. Esse é o mínimo que você precisa saber para assumir o comando de um escritório: Quem são seus clientes e quais dores eles precisam "curar" com a sua contratação.


Você já possui uma área de atuação específica?

Oras, você quer mesmo abrir um escritório que faz tudo? Não... muitos escritórios generalistas estão no mercado, e você será mais um! Precisa focar em uma ou duas áreas específicas e ser muito bom nessas áreas. É necessário que o cliente sinta que ninguém faria aquele trabalho melhor que você.


Agora veja, se você ainda não conseguiu escolher uma área de atuação, sugiro que experimente mais e mais opções antes de assumir um escritório.


Seu conhecimento nessa área é somente jurídico?

Veja, nem só de conhecimento jurídico e lei seca vive um advogado . Quando eu resolvi atuar com direito imobiliário eu já carregava mais de 7 anos de conhecimento na área imobiliária.


É necessário que você compreenda profundamente o que acontece no universo da área que escolheu. É o tipo de conhecimento que complementa e que te torna um profissional mais completo que os demais!


E os conhecimentos de gestão? Como estão?

Não basta abrir um espaço e acreditar que você fará lá dentro somente o que aprendeu na faculdade! ESQUEÇA! Administrar um escritório de advocacia está muito distante de apenas conseguir elaborar boas petições iniciais.


Você pode ser um advogado incrível... Mas sem entender de gestão você simplesmente afundará seu escritório. É necessário saber contratar, demitir, cuidar das receitas, saber colocar preço no seu serviço... dentre tantas outras coisas que um escritório precisa!


Veja o meu caso:

Quanto a primeira pergunta "Quem serão meus clientes?"oras, eu atuei muitos anos nesse mercado imobiliário antes de abrir meu escritório, acontece que não só tinha bem traçado o perfil de cliente que eu gostaria de atingir como também conhecia muitas pessoas que precisavam dos meus serviços.


Eu penso sinceramente que é possível abrir um escritório de advocacia sem vasta experiência jurídica, impossível é abrir um escritório lucrativo e eficiente sem qualquer conhecimento de gestão e administração.


Atenção: Não estou falando para você correr atrás de uma graduação em administração nas próximas horas, eu só estou dizendo que não basta assinar bons contratos de honorários se você não sabe o valor certo a ser cobrado e como gerir o dinheiro que entra para o escritório! Sim.. para o escritório: esqueça a ideia de que o dinheiro que o cliente paga é seu, pois não não não é! Há tributos, e te digo que não são poucos, há dono do imóvel, a conta de internet entre mais uma dúzia de gastos. O que sobrar, se sobrar, deve ir uma parte para a reserva e depois para o seu bolso!


Mas não desanime não! Basta saber fazer as contas e gerir bem o dinheiro que tudo pode dar muito certo! Basta se preparar que tudo vai dar certo!


Criei um grupo do TELEGRAM para compartilhar muita dica legal sobre gestão de escritório de advocacia! Vou compartilhar coisas que deram certo e outras que deram muito errado comigo! Baixe no seu celular o app e clique no link aqui para entrar no nosso grupo!


Clique aqui e entre no nosso grupo: AQUI


Gostou do conteúdo? Não esqueça de clicar no ❤️pois é muito importante pra gente!

Ahh e deixe aí nos comentários a sua opinião!

0 visualização